O misterioso desaparecimento de Frederick Valentich apos relato de OVNI

Caso Frederick Valentich
"Existem milhares de relatos de avistamento de OVNI's em todo o mundo, inclusive feitos por militares e pilotos de aviões, os quais já descreveram que suas aeronaves foram acompanhadas por estranhos Objetos Voadores Não Identificados (OVNI's)".
O fantástico acontecimento descrito a seguir é sobre um desses casos!

O Piloto Frederick Valentich
Frederick Valentich foi um piloto Australiano que desapareceu em 21 de outubro de 1978.

Seu desaparecimento é cercado de polêmica, mistério e ceticismo.
A razão para isso é que o seu desaparecimento parece estar ligado a um objeto voador não identificado (OVNI) que Valentich próprio afirmou que estava voando sobre ele minutos antes do controle de rádio perder todo o contato com sua aeronave.

Frederick tinha vinte anos de idade na época.
Em 21 de outubro de 1978, às 18:19', Frederick Valentich deixou Melbourne, na Austrália para iniciar um vôo de treinamento de 125 milhas no sentido às ilhas King [Coordenadas GPS: Latitude / Longitude = 40°15'49.45"S, 144° 9'31.37"E].
Na noite do desaparecimento, Frederick Valentick estava em sua segunda noite de vôo solo, sendo que ele estava pilotando um monomotor Cessna 182L.


Cesna 182L, modelo utilizado por Frederick Valentich durante seu último e fatídico vôo.
Um pouco depois das 19:06', Frederick Valentich fez contato por rádio com os controladores de tráfego aéreo em Melbourne para saber se havia alguma outra aeronave conhecida voando na área.

A resposta de Melbourne foi não, uma resposta que foi confirmada novamente em comunicações que se seguiram.
Depois de receber a informação de que sua aeronave era a única na região onde estava sobrevoando, Valentich disse aos controladores em Melbourne que algo estava voando próximo ao seu avião.
Com essa informação, o controle indagou Frederick se aquele objeto que ele estava avistando era um avião, ele disse que não, uma declaração que ele repetiu várias vezes durante a conversação.
Ele descreveu o objeto como tendo pelo menos quatro luzes e uma luz verde e que tinha forma alongada (muitas fontes dizem que era uma forma de charuto, mas Frederick não fez tal afirmação.)
Em um ponto, Frederick Valentich disse que ele era incapaz de dizer o que era por causa da velocidade em que estava viajando.
No entanto, o objeto voador não identificado ficava fora da sua área de visão, e em seguida aproximava-se dele a partir de ângulos diferentes diversas vezes.
Através dessas manobras Frederick foi capaz de observar os detalhes do OVNI e fornecer as informações citadas acima, mas nada mais.


Manchete do "The Australian" comentando o misterioso desparecimento do piloto "Frederick Valentch".
Alguns momentos antes dos seu desaparecimento, Valentich reportou por rádio que o estranho objeto voador não identificado (OVNI) estava se movendo na mesma velocidade que o seu avião e que voava sobre ele.

Após essa transmissão, nenhum traço de Valentich ou de sua aeronave foram jamais encontrados.
Um pouco antes do último contato de Valentich, o encanador Roy Manifold armou com tripé com uma câmera em modo de captura de imagens em intervalos pré-programados de temspo (time-lapse) na margem da praia para fotografar o sol se pondo sobre a água. Quando suas fotos foram reveladas, aparentaram mostrar um objeto se movendo muito rápido, saindo das águas do oceano e indo para o céu.
Manifold disse que as fotos foram tiradas aproximadamente às 18:47', ou 20 minutos antes de Valentich ter reportado estar com dificuldades devido ao avistamento do OVNI que o acompanhava.
Momentos antes de um estranho ruído terminar a comunicação de Valentich, ele disse:
“Minhas intenções são ir para King Island.
Aquela aeronave estranha está voando sobre mim de novo (microfone aberto por dois segundos).
Está voando e não é uma aeronave.”
Essas foram suas últimas palavras. Depois disso nem Frederick Valentich e nem tão pouco sua aeronave jamais foram encontrados.


Imagem de Satélite (Google Earth) mostrando a possível rota utilizada por Frederick Valentich entre Melbourne e as Ilhas King, bem como o local aproximado do seu desaparecimento.
Gravação com a conversa entre o piloto e o centro de comando a seguir a conversa escrita:
A fita, após muita insistência da família do piloto desaparecido e da imprensa mundial, foi liberada com ligeiros cortes. Segue abaixo a transcrição traduzida da conversa entre Frederick Valentich e o controlador de vôo:
FREDERICK – Melbourne, aqui é Delta Sierra Juliete. Há algum tráfego abaixo de mim a 5 mil?
CONTROLE – Delta Sierra Juliete, não há nenhum tráfego conhecido.
FREDERICK – Delta Sierra Juliete, parece ser uma grande aeronave abaixo de mim 5 mil.
CONTROLE – Delta Sierra Juliete, que tipo de aeronave é essa?
FREDERICK – Delta Sierra Juliete, aqui. Eu não posso precisar. Apresenta 4 luzes. É como as luzes de pouso de uma enorme aeronave.
CONTROLE – Delta Sierra Juliete.
FREDERICK – Melbourne, aqui Delta Sierra Juliete. A aeronave acaba de passar sobre mim a pelo menos mil pés.
CONTROLE – Delta Sierra Juliete, "roger". E é uma grande aeronave? Confirme.
FREDERICK – Desconheço devido à sua velocidade. Existe alguma aeronave da Força Aérea nas vizinhanças?
CONTROLE – Delta Sierra Juliete. Não há nenhum tráfego nas vizinhanças.
FREDERICK – Melbourne, está se aproximando agora, vindo do leste na minha direção.
CONTROLE – Delta Sierra Juliete.
FREDERICK – (microfone se abre por dois segundo e volta a se fechar em torno de seis a sete segundos) Delta Sierra Juliete, aqui. Me parece que a coisa está jogando algum tipo de jogo. Está voando duas ou três vezes a velocidade que eu não posso identificar.
CONTROLE – Delta Sierra Juliete, "roger". Qual o seu nível atual?
FREDERICK – Meu nível atual é 4,5 mil; 4,5,0,0.
CONTROLE – Delta Sierra Juliete. E você confirma que não pode identificar a aeronave?
FREDERICK – Afirmativo.
CONTROLE – Delta Sierra Juliete, "roger". Aguarde.
FREDERICK – Melbourne, aqui Delta Sierra Juliete. Aquilo não é uma aeronave; aquilo está...(microfone se mantêm aberto por 2 segundos e fecha)
CONTROLE – Delta Sierra Juliete, você pode descrever a aeronave?
FREDERICK – Delta Sierra Juliete, aqui. Quando passa, parece ser enorme, comprido...(microfone aberto por mais 3 segundos)...não posso identificar mais que... aquilo é muito rápido...(microfone aberto por mais 3 segundos)...está bem na minha frente agora, Melbourne.
CONTROLE – Delta Sierra Juliete, "roger". Me informe qual o tamanho que o objeto pode ter.
FREDERICK – Delta Sierra Juliete, Melbourne. Parece que está estacionário. O que eu estou fazendo bem agora é orbitar, e a coisa está orbitando sobre mim também; a coisa tem luzes verdes e algum tipo de superfície metálica, pois toda ela brilha por fora.
CONTROLE – Delta Sierra Juliete.
FREDERICK – Delta Sierra Juliete aqui...(microfone aberto por 5 segundos)...a coisa simplesmente desapareceu.
CONTROLE – Delta Sierra Juliete.
FREDERICK – Melbourne, vocês saberiam informar que tipo de aeronave é aquela? Seria uma nave militar?
CONTROLE – Delta Sierra Juliete. Confirme que a aeronave desapareceu.
FREDERICK – Repita por favor...
CONTROLE – Delta Sierra Juliete, a aeronave ainda está aí com você?
FREDERICK – Delta Sierra Juliete. Está...oh...não...(microfone aberto mais 2 segundos). Está agora se aproximando, vindo de sudoeste.
CONTROLE – Delta Sierra Juliete.
FREDERICK – Delta Sierra Juliete, aqui. O aparelho é muito estranho...agora eu o tenho a 23 ou 24...e a coisa está...
CONTROLE – Delta Sierra Juliete, "roger". Quais são as suas atitudes agora?
FREDERICK – Minha atitude agora é para a Ilha King, Melbourne... aguarde... a estranha aeronave está sobrevoando-me agora, bem acima, novamente... (microfone aberto por 2 segundos)... está acima de mim e não é uma aeronave...
CONTROLE – Delta Sierra Juliete.
FREDERICK – Delta Sierra Juliete, Melbourne... (fim das comunicações após 17 segundos de ruídos metálicos de origem desconhecida).
           Apesar dos esforços não se encontrou nenhum destroço sequer de uma possível queda – era como se o avião e o capitão simplesmente tivessem sido desintegrados em pleno vôo. Até hoje o incidente envolvendo Frederick Valentich não tem uma explicação racional e, pelo conteúdo de sua comunicação com a Torre de Controle, há grandes indícios que Valentich tenha encontrado um UFO durante seu vôo.
Fonte: Pesquisa NET
Arranjo: Jhero CASOS UFOLOGICOS NO BRASIL E NO MUNDO
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

Pelo menos na imaginação de muita gente, os objetos voadores não indentificados são naves de outros planetas. A ciéncia não leva isso a sério, mas algumas aparições nunca foram bem explicadas. Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso

FIQUE INFORMADO

Mais Populares

 
Copyright © 2014 ALERTA OVNIs UFOs • All Rights Reserved.
Template Design by ORIGINAIS OADM • Powered by Blogger
back to top