Mostrando postagens com marcador CIRCULOS PLANTAÇÕES. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador CIRCULOS PLANTAÇÕES. Mostrar todas as postagens

Agroglifos: Seriam esses Agroglifos uma mensagem Alienígena ou seria apenas uma Brincadeira Humana?

Agroglifos
-
Em vários lugares ao redor do planeta surgem estranhos, misteriosos e enigmáticos desenhos em plantações. Seriam esses Agroglifos uma mensagem Alienígena ou seria apenas uma Brincadeira Humana?
-
É o que veremos a seguir em Além dos Greys: Assista o vídeo:
-

Ao amanhecer, como num passe de mágica, o campo onde outrora havia uma simples plantação é transformado em uma enorme obra de arte sem que ninguém tenha percebido a movimentação ou ouvido qualquer ruído no ensurdecedor silêncio da noite.
-
Curiosamente os locais onde são feitos esses agroglifos normalmente não apresentam marcas de acesso de seres humanos ou maquinas. Esses enigmáticos desenhos são realizados de forma tão meticulosa que suas extremidades são perfeitas e apesar das plantas terem sido curvadas, as hastes não são danificadas. Na maioria das vezes, a plantação continua viva e se desenvolve normalmente como se nada tivesse acontecido.
-
O relato mais antigo de um círculo na plantação data do ano 1500. Uma gravura em madeira do século XVI mostra uma criatura diabólica desenhando na plantação. Os camponeses chamavam a misteriosa criatura responsável pela realização dos desenhos nas plantações de o “diabo ceifador”.
-
Algumas pessoas acreditam que os agroglifos são feitos por visitantes extraterrestres. As pessoas que concordam com essa teoria dizem que os círculos são feitos durante o pouso de ovnis ou que são mensagens trazidas pelos extraterrestres para os terráqueos. Testemunhas oculares desse fenômeno declararam terem visto luzes misteriosas no local onde os círculos apareceram.
-
Os ufólogos explicam que os agroglifos não pode ser obra humana devido a vários fatores como a sua impressionante simetria geometria, a grandiosidade das figuras desenhadas, o curto espaço de tempo em que são criados, o fato da plantação não ser amassada e sim cuidadosamente dobradas permanecendo vivas e principalmente por só fazerem sentido quando vistos de um plano mais elevados.
-
A explicação científica mais aceita é a teoria do vórtice de Plasma. Segundo esta teoria, o desenho na plantação é criado por pequenas correntes de redemoinhos chamados vórtices. As colunas giratórias forçam lufadas de ar carregadas com energia para o solo, esmagando a plantação. O que ninguém explica é como o ar em movimento giratório poderia criar círculos geométricos perfeitamente definidos e em vários caso equações matemáticas e complexos códigos binários.
-
Existe ainda a teoria de que a radiação eletromagnética da terra criaria os círculos. Isso explicaria o fato de ser detectado altos níveis de radiação nesses desenhos.
-
A explicação mais simples é a de que eles são feitos por pessoas ou por grandes empresas de publicidade chamados circlemakers. Entre os mais famosos desenhistas de plantação está a equipe britânica Doug e Dave. Em 1991, a dupla anunciou que h avia feito centenas de círculos em plantações desde 1978. Para provar que eram eles os responsáveis pelos desenhos, gravaram um documentário para a BBC aonde apareciam fazendo um círculo com corda e tábua. A explicação é tão primaria que parece mas uma estratégia de acobertamento.
-
O significado desses círculos de colheitas ainda é um mistério para os humanos. O interessante é que esses agroglifos estão surgindo ao redor do mundo e já foram vistos em mais de 12 países. No Brasil, o fenômeno já apareceu no interior de São Paulo, Paraná, Minas Gerais e principalmente em Santa Catarina.
-
Existem muitas teorias à disposição, mas a verdade permanece um mistério. Pelo menos em uma coisa os especialistas concordam, esses enigmáticos desenhos foram feitos para serem visto do céu.
-
O que você acha? Não deixe de registrar sua opinião nos comentários!
-

leia mais...

Círculos antigos de pedra no Oriente Médio intrigam arqueólogos

image

Enormes círculos de pedra no Oriente Médio têm sido fotografados, revelando detalhes de estruturas que estiveram envoltas em mistério durante décadas.

-



Arqueólogos na Jordânia tiraram fotos aéreas de alta resolução de 11 antigos círculos gigantes, com cerca de 400 metros de diâmetro.


O motivo por que eles são tão semelhantes é desconhecido, mas não parece ser uma coincidência, disse o pesquisador David Kennedy.
-


Os grandes círculos (como os arqueólogos os chamam) foram construídas com paredes de pedra baixas que não têm mais do que alguns metros de altura. Os círculos originalmente não continha aberturas, e as pessoas teriam que pular por cima dos muros para entrar.
-


O seu propósito é desconhecido e os arqueólogos não tem certeza quando estas estruturas foram construídas. A análise das fotografias, bem como de artefatos encontrados no chão, sugerem que os círculos datam de pelo menos 2.000 anos, mas podem ser muito mais velhos.
-


Eles podem até ter sido construídos em tempos pré-históricos, antes de a escrita ter sido inventada, dizem os cientistas. Embora os grandes círculos fossem vistos pela primeira vez por aeronaves em 1920, pouca pesquisa tem incidido sobre essas estruturas.
-


De facto, muitos cientistas até nem estão cientes da sua existência, algo que estes arqueólogos esperam que as novas imagens aéreas ajudem a mudar. Além dos 11 círculos fotografados, os pesquisadores identificaram um outro círculo semelhante na Jordânia, que parece ter sido apenas parcialmente concluído.
-


Imagens de satélite também revelam dois círculos, um na Jordânia e outro na Síria, que foram destruídos. O círculo na Síria foi destruído na última década e um na Jordânia há algumas décadas. Uma equipa de investigação independente, da Universidade de Durham, investigou o círculo da Síria antes dele desaparecer.
-


Embora existam muitos círculos de pedra menores no Oriente Médio, o que faz com que esses 11 círculos se destaquem é seu grande tamanho e idade antiga.
-


Os círculos foram construídos principalmente com pedras locais, e uma dúzia de pessoas que a trabalhar duro poderia completar um círculo grande em uma semana. No entanto, a construção dos círculos de uma forma precisa teria requerido algum planejamento.
-


O objetivo dos círculos é um mistério. Parece pouco provável que eles tenham sido originalmente usados como currais, já que as paredes não tinham mais do que alguns cm de altura, e a sua estrutura parece mais precisa do que era necessário em currais.
-


Um dos círculos contém três montes de pedras, nas suas bordas, que podem ter sido usadas como sepulturas. A fim de resolver o mistério, os arqueólogos devem realizar um trabalho de campo mais aprofundado. [Livescience]

leia mais...

O Marree Man de 2 milhas de comprimento é o segundo maior geoglifo do mundo, mas ninguém sabe quem o fez


-
primeiro pensamento que vem à mente ao vê-lo é que essa enorme arte de terra foi feita pelos antigos para servir como um sinal para os deuses, ou como uma representação mítica de algum herói tribal. Mas este não é o caso com o Marree Man, o segundo maior geoglifo do mundo. Foi descoberto recentemente depois que um avião voou sobre ele em 1998, e provavelmente foi criado recentemente também. O único problema é que ninguém sabe quem criou ou por quê.
-
Embora fosse a década de 1990 e as informações sobre alguém fazendo algo viajou rápido, de alguma forma um indivíduo ou um grupo de artistas conseguiu chegar a essa parte pouco acessível do sul da Austrália, no planalto de Finnis Springs, logo abaixo de uma base militar australiana chamada Woomera Proibida Área, e criou este enorme geoglifo com um perímetro de 17 milhas. Era definitivamente uma tarefa enorme que exigia muito trabalho, e é estranho como ninguém percebeu, especialmente porque estava perto de uma grande base militar.
Em 26 de junho de 1998, Trec Smith, um piloto local, voou da cidade vizinha de Marree para Cooper Pedy e notou o desenho que se espalhou por todo o planalto. Mais tarde, um hotel na área afirmou que recebeu um fax anônimo com as coordenadas do geoglifo. Logo, o geoglyph de Marree Man tornou-se uma notícia principal em toda a Austrália. Uma grande parte do fascínio estava no fato de que ninguém sabia quem realmente fazia isso. Parecia que alguns extraterrestres vieram e fizeram isso em alguns segundos.

Marree Man

Então, o que é o Marree Man? Falando visualmente, o homem de Marree é uma representação de um homem que detém um boomerang (ou um woomera - um bastão de lançamento que foi usado para perseguir pássaros). Após o exame, descobriu-se que as linhas do homem de Marree tinham cerca de 8 a 12 centímetros de profundidade e 114 metros de largura. A figura inteira é uma incrível 2,6 milhas de comprimento, e ocupa um perímetro de 17 milhas.
No ano seguinte, a mídia informou anonimamente que uma pequena placa foi enterrada a apenas 16 metros a sul do nariz de Marree Man. A placa acabou por ser uma pequena bandeira americana com anéis olímpicos sobre ela. O texto curto na placa diz:
"Em honra da terra que eles já conheceram. Suas realizações nessas atividades são extraordinárias; uma constante fonte de admiração e admiração ".
A pesquisa foi feita nesta citação, e descobriu-se que ela vem de um livro de 1946 escrito por HH Finlayson chamado The Red Centre. O livro é sobre os caçadores da tribo Pitjantjatjara - a tribo que vive em torno da formação rochosa Uluru. Essas palavras particulares vêm de um capítulo em que o autor descreve como os muradores foram caçados com o uso de bengalas. A seção também descreve a aparência dos caçadores, que estavam nus e tinham marcas de iniciação em seus corpos.
A mídia recebeu outra mensagem anônima com o nome da obra de arte. Supostamente, era chamado "Stuart's Giant", depois de John McDouall Stuart, o famoso explorador que liderou a primeira expedição em toda a Austrália.
A recepção do geoglifo recém-criado foi mesclada, mas principalmente positiva. Muitas pessoas queriam ficar. Afinal, começou a trazer turistas para a área. Um dos jornais locais, o anunciante, escreveu que o desenho da terra deveria ser permanente. Por causa das condições climáticas na região, o Marree Man começou a corroer e desaparecer. Até 2013 era pouco visível, então as pessoas exigiam que as linhas fossem feitas mais profundas; até a camada de giz branco embaixo do chão. Aqueles que estavam contra ela, como Dorothy Kotz, ministro do Meio Ambiente e do Patrimônio da época, descreveram a figura como "vandalismo ambiental". David Ruthman, que era o ministro dos assuntos aborígenes, chamava de "graffiti".
Existem duas teorias principais sobre o autor deste moderno geoglifo. De acordo com algumas pessoas, foi feito pelo artista aborígene Bardius Goldberg, morto em 2002. Ele era o suspeito perfeito. Ele morava em Alice Springs e muitas vezes havia discutido seu desejo de criar uma peça de arte que seria visível a partir do espaço. Um de seus amigos disse que recebeu US $ 10.000 durante o tempo em que a figura foi descoberta. Goldberg nunca confirmou nem negou essas afirmações.
Localização aproximada de Marree Man.
Outra teoria é que o geoglifo foi feito por um grupo dos Estados Unidos. Isso é possível devido a vários fatos. Em primeiro lugar, a descrição da figura está escrita em pés em vez de metros; também, o termo "reservas" aborígenes é mencionado, e esta palavra nunca é usada para descrever os aborígenes. Outra pista é uma jarra que foi encontrada enterrada perto do Marree Man. Nela, foi encontrada uma bandeira americana, juntamente com uma imagem de satélite do geoglifo. Havia também uma nota em que se mencionava a infame filial Davidian. Apesar de todas as pistas, a criação do homem Marree ainda é um mistério.
História relacionada de nós: os arqueólogos redescobrem um dos mais antigos geoglifos peruanos conhecidos, o de uma baleia assassina de 2.000 anos uma vez adorada como uma divindade

O misterio de lado, esse geoglifo ainda é uma atração. Em 2016, as linhas decadentes foram consertadas com a ajuda de uma ferramenta guiada por satélite. Agora está visível novamente e, embora a área esteja fora do limite, quem quiser pode fazer um vôo sobre ele e vê-lo.
leia mais...

Círculos nas plantações (crop circles em inglês ou círculos ingleses) feitos pelo homem ou extraterrestres?

circulos em plantacoes
Um mistério que se tornou polemico pois dois tipos de provas surgiram, uma testemunhas dizem ter visto objetos lumisos sobre a região onde no dia seguinte em um curto tempo aparecem os circulos, e a que me parece mais logica foram coisas que não conseguimos explicar.
-
A outra é que pessoas tem se apresentado com provas dizendo que são eles os responsaveis pelas formações, que eles lucram é tambem os proprietarios das fazenda, eu pessoalmente acho pouco provavel, observando que sim alguns pode eles terem feito mas todos não.
-
Chego em uma simples conclusão, a verdade dos extraterrestres fazerem os circulos esta sé misturando com a mentira de pessoas de má fé que visão o lucro e a confundir, deveriam ser presos!
-
leia mais...

DESCOBERTO E FILMADO UM DOS RESPONSÁVEIS POR FAZER MARCAS EM PLANTAÇÕES

DESCOBERTO RESPONSAVEL POR MARCAS EM PLANTACOES


MUITOS ANIMAIS FAZEM ESTAS MARCAS EM PLANTAÇÕES, NESSE CASO E UM CACHORRO MAS JA VI OUTRAS FEITAS POR CAVALOS, CAPIVARAS E UMA SERIE DE OUTROS, MUITOS QUE DIZEM SER ESPECIALISTAS DIZEM SER EXTRATERRESTRES OU DEIXA SEM EXPLICAÇÃO E JAMAIS PENSAM NOS ANIMAIS, ESTE FOI O MOTIVO DESTA POSTAGEM, UMA BRINCADEIRA QUE É SERIA .


A ciência não leva isso a sério, mas algumas aparições nunca foram bem explicadas.
-
Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso
-
VEJA MUITO MAIS:
http://feeds.feedburner.com/CuoUfologiaOriginais
-
leia mais...

ITATIBA, SP, BRASIL, MARCA EM PLANTAÇÃO FEITA POR POSSÍVEL UFO OVNI

itatiba marca na plantacao
Caso ocorreu em Itatiba, São Paulo Brasil, mas não teve a repercussão igual ao que esta tendo a marca no litoral Paulista embora tenha tido muito mais evidencias e provas visuais ele teve apenas a visita de um grupo ufológico e uma pequena cobertura do jornal de Itatiba, lembrando que a região também e um ponto de grande atividade ufológica, já houve caso de avistamento de OVNI em forma de Cilindro e objetos que param no céu por alguns minutos e depois voam em sentido contrario parando novamente e depois disparam em uma velocidade incrível ate sumirem.
leia mais...

ALGUÉM AINDA DUVIDA QUE AGROGLIFOS NÃO SÃO FEITOS POR HUMANOS ?

circulos em plantações
Desenhos nas lavouras podem parecer códigos indecifráveis mais são uma mensagem para a humanidade ......
-
Desculpem não sabemos ler estes códigos então é como querer ajudar um analfabeto faminto dando a ele um texto que explica onde encontrar comida..........
-
Então agro glifos não seriam para nós e sim comunicação entre os próprios Ets...
-
Desculpem novamente mais se passar um trator ou cair uma chuva os Ets irão se perder totalmente caso se trate de sinais de navegação , telemetria ?
-
Que nave interplanetária seria essa deles que não pode transmitir dados diretamente de uma para outra precisando então desenhar amassando uma lavoura ?
-
-
CREDITOS:
FaceBook: Fernando Mockó
Vídeo original: https://www.facebook.com/1438540246448445/videos/1752065271762606/ 
leia mais...

POLEMICO VÍDEO MOSTRA OVNIs FORMANDO CIRCULO EM PLANTAÇÃO, SAIBA A VERDADE SE AINDA NÃO SABE!

00 CIRCULO PLANTACOES VIDEO
Em 11 de Agosto de 1996, às 5 horas da manhã, John Wheyleigh investigava círculos em plantações em Oliver Castle, Inglaterra.
-
Ele resolveu fazer uma brincadeira com um editor de vídeo, mas não imaginou que as reações seriam tão grandes.
-
Ainda hoje há quem acredite que o vídeo é real.
leia mais...

CÍRCULOS EM PLANTAÇÕES É FORMADO POR HUMANOS OU EXTRATERRESTRES?

image
Poucos piadistas podem combinar a criatividade e intrinsicalidade das brincadeiras mais famosas dos alunos do MIT. Quando um carro aparece em um telhado ou as palavras gigantescas gravadas em uma pedra mudam durante a noite, os brincalhões em toda parte mostram sua deferência.
-
Quinta-feira a noite (10 de outubro), o Discovery Channel (EUA) colocou um holofote sobre a única tradição de trotes que pode ser comparada (e em termos de escala, é até maior) aos do MIT. Os círculos da colheita – as gigantescas marcas geométricas que aparecem nos campos ao redor do mundo e que algumas pessoas acreditam serem feitos por visitantes extraterrestres – são o assunto do especial de uma hora chamado “Círculos de plantações: Mistério nos campos“.
-
A pedido dos produtores do show, cinco estudantes do MIT conceberam, construíram e analisaram um círculo de cereais de sua autoria. Dominic Rizzo, Lisa Messeri e Devjit Chakravarti, todos calouros em aeronáutica e astronáutica, foram recrutados para construir o círculo, enquanto que Zoz Brooks e Mark Feldmeier, ambos os estudantes graduandos do Media Lab, foram encarregados da análise do produto final.
-
Antes de dirigir a Ohio para as tomadas da tevê, os estudantes falaram com os membros da Equipe de Pesquisa BLT, um grupo de investigadores de círculos sediados em Cambridge. Enquanto todos concordam que ao menos alguns círculos da colheita são fraudes feitas por humanos, os estudantes aprenderam da equipe de funcionários de BLT de que um círculo “verdadeiro” de colheita está marcado não somente por um projeto complexo e preciso, mas pela deformação dos grãos de trigo e a presença de minúsculas moléculas de ferro nas proximidades do círculo.
Trabalhando no celeiro de uma fazenda de Ohio e num laboratório móvel chamado “Winnebago da ciência,”
-
(Winnebago é o nome de uma língua nativa de uma tribo indígena que habitou a região do Lago Michigan) os estudantes construíram as máquinas  para reproduzir estes indicadores sutis de círculos “reais”. Brooks, que tem um interesse em pirotecnia amadora, desenvolveu o “Flammschmeisser,” um dispositivo que pulveriza partículas derretidas de ferro. Rizzo usou sua perícia para a construção de um dispositivo que deformasse os grãos do trigo usando partes de um forno de micro-ondas.
-
A parte a mais engraçada foi observar como o pessoal da tevê não estava bem preparado para as éticas do trabalho do MIT. Quiseram filmar-nos jantando… mas tiveram  problemas em conseguir nos fazer parar o trabalho para comer“, disse Brooks.
-
A equipe também deliberou muito sobre como o círculo de plantação deveria ser.
-
De todo jeito, nós queríamos algo que somente um estudante do MIT faria“, disse Messeri. “Dom quis pôr um castor no círculo, mas isso seria decididamente assimétrico. Nós brincamos sobre usar o Centro Stata, mas minha participação no teatro conduziu-nos usar a planta de Kresge“.
-
De fato, o produto final assemelha-se ao original auditório do MIT, como se tivesse sido criado por um alien com um gosto por arquitetura finlandesa.
-
A equipe de análise ficou justificadamente impressionada com o produto final. Quando tinham terminado uma bateria dos testes no local, o círculo ficou a par com todos os casos documentados..
-
Depois que construímos o que nós consideramos um círculo danado de bom, com linhas quase perfeitamente retas e uma geometria interessante, eu encontro dificuldade em ter fé nas estórias de construção de círculo de plantação por alienígenas“, disse Rizzo. “Eu penso que são resultado de tempo livre, criatividade e um bom senso de humor“.
-
Original e mais imagens em: MIT News
Tradução: Andreia Tschiedel e Josef Prado
-
Nota do Editor: O que me chama atenção neste caso, é o tamanho do esforço e aparato necessário para que fosse possível reproduzir um “circulo na plantação” com as mesmas características dos círculos encontrados pelo mundo. Chega a ser risível dizer que alguns fazendeiros podiam ser os responsáveis pelos círculos. A não ser que fossem fazendeiros do MIT
leia mais...

MARCAS EM PLANTAÇÕES DE CANA, ITATIBA SP

UFOLOGIA: MARCAS EM PLANTAÇÕES DE CANA, ITATIBA SP




Fenômeno causou marcas e estragos em plantações de cana na cidade de Itatiba-SP, bairro Tapera Grande. Em 2011 foi visto um objeto em forma de cilindro que aterrissou e alguns minutos depois se elevou em uma velocidade anormal, infelizmente a pessoa que presenciou o fato não teve como filmar ou fotografar, o fato aconteceu próximo ao do vídeo abaixo Fato ocorrido em 20/04/2004. Arquivo...
LEIA MAIS...
leia mais...

Crop Circles (Círculos em Plantações) 100 dos mais belos e maiores Crop Circles

Ressaltando a áurea de mistério por detrás destes magníficos trabalhos, através de imagens e um resumo explicativo sobre o assunto.
Vale destacar que a maioria dos "Crop Circles" aqui relacionados são na região de Wiltshire (próximo a Stonehenge), uma região cercada de uma áurea mística.
Entretanto nesta seleção consta por exemplo o gigantesco desenho de um "Homem Borboleta" com a dimensão de 530 x 450 mts em uma plantação de trigo em Zeeland (Holanda).
CIRCULOS EM PLANTACOES
leia mais...

Círculos em plantação de trigo no interior do município de Chopinzinho PR - Brasil

Círculos em plantação de trigo no interior do município de Chopinzinho PR - Brasil
1339553751932
VEJA TAMBEM:


Alguns estudiosos ingleses encontraram na capa de um tablóide londrino, datado de 22 de agosto de 1678, uma narrativa que faz menção à lenda do “Demônio Ceifador”, relatando a existência de misteriosos círculos nas plantações ...


Circulos em Plantações - TOP 100 CROP CIRCLES. Coletânea com 100 dos mais belos e maiores Crop Circles, ressaltando a aurea de mistério por detras destes magníficos trabalhos através de imagens e um resumo explicativo sobre o ...


Círculos nas Colheitas (Plantações) · image Circulo nas colheitas Círculos nas colheitas têm aparecido em campos do mundo todo nos últimos 30 anos. Eles variam de formas simples e geométricas a composições complexas feitas ...


Estes círculos estão se tornando mais modernos no Brasil, pois em uma comparação anterior dos círculos que aparecem no Brasil e os que surgem em outros países os nossos eram bem primitivos e agora já estão mais ...
leia mais...

Crop Circle é avistado enquanto piloto sobrevoava a região Russa de Arkhangelsk 2017

Ao voar sobre a taiga Evenk e seus pântanos impenetráveis ​​na região de Arkhangelsk na Rússia, um piloto viu algo incompreensível.
Crop Circle Structure filmado pelo piloto enquanto voava sobre a região russa de Arkhangelsk 01
O que ele descobriu foi um grupo de manchas com muitos estranhos poços de aparência anti natural com água no chão.
-
O piloto conseguiu filmar os poços e denunciou o fenômeno aos cientistas sobre os quais eles decidiram visitar o local e concluíram que havia mais poços semelhantes, embora alguns deles estivessem cobertos de musgo.


Crop Circle Structure filmado pelo piloto enquanto voava sobre a região russa de Arkhangelsk 02

Ainda mais misterioso é um ponto enorme que se parece com uma espécie de estrutura do círculo de corte, que fica a cerca de dois quilômetros dos poços no solo.


Pesquisas adicionais sobre a origem e o significado dos poços, bem como o círculo de culturas estranhas, como estrutura que mostra claramente um padrão, serão indubitavelmente realizados pelos cientistas.
Coordenadas do Google Earth:
Pits: 63 ° 46'33.04 "N 44 ° 34'20.92" E
Estrutura do círculo de corte: 63 ° 46'39.70 "N 44 ° 37'7.66" E

-
leia mais...

CROP CIRCLES: CÍRCULOS EM PLANTAÇÕES DO MUNDO INTEIRO

Ashampoo_Snap_2017.08.19_05h45m07s_001_
Os “círculos” nas colheitas, ou “crop circles”, como ficaram conhecidas as manifestações pictóricas ocorridas nos campos de cultivo da Europa e agora também em outros países são um dos mais fascinantes e profundos mistérios da atualidade. Embora sejam relacionados à atividade humana, nenhuma evidência comprovada foi encontrada nos círculos “autênticos”.



Nestes casos, nos círculos, ou em sua proximidade, nunca foram encontrados quaisquer traços ou pistas que indicassem como foram feitos ou por quem. Não há pegadas de pessoas, ou marcas de pneus de veículos, nem sinal de que as plantas em seu interior tenham sido manipuladas por humanos. Simplesmente, os círculos surgem do nada, portando uma mensagem inexplicável e desafiando nossa inteligência e tecnologia.




Duas organizações vêm fazendo estudo do solo dos círculos. Elas são o Center for Crop Circles Studies in England e uma organização conhecida como ADAS Ltd., trabalhando com o Ministério da Agricultura Inglês. Uma das coisas que eles descobriram é que os solos adquirem uma quantidade anormal de hidrogênio após cada formação. O único modo desta quantidade de hidrogênio aparecer assim seria se o solo recebesse uma carga elétrica extremamente forte.


A origem do fenômeno é bem mais complexa. Alguns estudiosos ingleses encontraram na capa de um tablóide londrino, datado de 22 de agosto de 1678, uma narrativa que faz menção à lenda do “Demônio Ceifador”, relatando a existência de misteriosos círculos nas plantações inglesas já naquela época.


Em outros casos, pessoas foram condenadas pela igreja por utilizar grãos provenientes dos círculos pra celebração de rituais de fertilidade.

Também foram relatados casos nas décadas de 1930 e 40, alertando sobre o fenômeno. Com o passar dos anos as figuras foram se tornando cada vez mais complexas, primeiro eram circunferências simples, depois surgiram circunferências duplas, triplas, quádruplas, quíntuplas, círculos com anéis, figuras triangulares, ovais, espirais, etc. e assim o mistério continua, os círculos viraram símbolos e depois figuras complexas e extraordinárias. E com o aumento na quantidade e complexidade das figuras a cada ano, ficava evidente que aqueles misteriosos desenhos jamais poderiam ser feitos por mãos humanas, pois mesmo que tivesse uma multidão de pessoas desocupadas e interessadas em produzir tal fenômeno não iriam dar conta das centenas de círculos que já viam sendo catalogados em todo o interior da Inglaterra.



Com tal aumento na complexidade dos chamados Círculos Ingleses, ficou descartada a teoria inicial de que os círculos seriam simples marcas de trens de pouso de naves alienígenas. Ufólogos, geólogos, biólogos, matemáticos, físicos, astrônomos e céticos se revezam no mundo inteiro para tentar explicar este fenômeno, alguns com bons argumentos, outros chegam a ser ate ridículos, como a história divulgada pela TV Inglesa no final de 1991, de que dois velhinhos Doug e Dave, teriam feito tais desenhos durante a noite usando a simples técnica de puxar uma tábua amarrada a uma corda por sobre os trigais. Logo os céticos do mundo inteiro deram como encerrado o problema e desvendado o mistério.



Mas o que ocorreu nos anos seguintes foi uma explosão do fenômeno (mais de 3000) por regiões tão distantes e de forma tão acelerada que a dupla de velhinhos já não era capaz de realizá-los, exceto pela imaginação. Quando perguntados sobre as técnicas empregadas, muitas vezes titubeavam e não conseguiam dar explicações consistentes sobre as construções das imagens e muito menos sobre sua execução.



Descartando completamente a hipótese dos céticos sobre a autoria humana das imagens e voltando-se ao fenômeno original, observamos que as formações seguem padrões de geometria euclidiana, com complexas formas e motivos, atualmente com várias manifestações baseadas em geometria fractal e simbologia matemática, rica em mensagens codificadas sobre lavouras de grãos ao redor do mundo.



Mas o que temos de concreto até o momento?

1. Sabemos da pesquisa científica que eles são formados (as genuínas formações) por uma energia capaz de alterar a estrutura molecular da planta sem danificá-la. Além disso, também é capaz de alterar a taxa de crescimento e o seu padrão.



2. A energia envolvida parece ser benigna, mas sua natureza ainda é desconhecida.




3. Algumas formações irradiam uma onda de aproximadamente 5.7 Hz no espectro eletromagnético.




4. Ocorrem às vezes paralelamente ao avistamento de Ovnis.




5. Mesmo após a colheita, a forma dos círculos tem permanecido na terra durante pelo menos seis meses em alguns casos. Isto não pode ser conseguido por “formações na colheita” feitas por humanos.



6. Em algumas das formações, bússolas giram denotando uma anomalia magnética presente.




7. A plantação fora da formação não exibe as mesmas características encontradas dentro do círculo.




8. Não há nenhum nível de consistência. Em algumas formações temos o fator som, as anomalias magnéticas e impressões no solo, mas isto não quer dizer que iremos encontrar as mesmas características na próxima formação. Ainda assim, pode-se mostrar que os novos círculos fazem parte de uma formação genuína.




9. Se nenhum ser humano entrar na formação, a colheita (plantação) continuará crescendo e o fazendeiro não vai perder qualquer grão.




Assim, o que nós temos? Lindos padrões geométricos nos campos que desafiam nossas leis de lógica, da física e argumentos. Mas eles continuam aparecendo pelo mundo afora! Eles parecem ter um profundo efeito espiritual em todos os visitantes ou pesquisadores. Talvez, se nada mais houver, esta seja a razão da sua existência.




Olhando de perto




“Para cada coisa que acredito saber, dou-me conta de nove que ignoro.” (Provérbio Árabe)




Mas o que os cientistas dizem a respeito? Existe algum trabalho sério sendo conduzido neste campo?




O que se tem realizado são pesquisas ainda incipientes e nenhuma com respaldo de grandes instituições.




Entretanto com a multiplicação do fenômeno acredita-se que mais cientistas voltem os olhos para o fenômeno e tenham iniciativa para realizar estudos aprofundados.




Nos últimos meses, alguns pesquisadores tem se voltado para decifrar os códigos matemáticos impressos nas imagens.




O resultado tem sido fascinante. Muitas das imagens produzidas este ano foram relacionadas a eventos astronômicos, como o eclipse de 1º de agosto, onde vemos várias alusões ao alinhamento planetário.




Outra fascinante descoberta foi realizada pelo astrofísico Michael Reed em decifrar uma imagem aparecida em julho deste ano próxima ao castelo Barbury, em Wilts, que continha claramente os dez dígitos do número Pi, a mais ubiqua de todas as constantes matemáticas. Segundo ele,


“O pequeno ponto próximo ao centro representa o algarismo decimal, o décimo dígito foi corretamente aproximado, os segmentos angulares representam os dígitos com o salto do raio, de acordo com o valor de cada um, e começando por contar desde o centro, obtém-se exatamente o valor dos dez primeiros dígitos de pi: 3.141592654″








Outro aspecto fascinante das manifestações é a marca deixada nas plantas. As alterações biofísicas são de um grau desconhecido na sua origem, mas algumas simulações demonstraram que a aplicação de alta carga energética pode produzir efeitos semelhantes na estrutura das plantas.




Outros estudos tem sido conduzidos por biofísicos e biólogos moleculares no tocante à estas alterações, bastante peculiares e também impossíveis de serem produzidas por mãos (ou pés) humanos.




Alguns estudos comprovaram alterações na parede celular das plantas, bem como alterações cromossômicas e embrionárias nas sementes. Entretanto até o momento nenhum estudo amplo foi publicado.












Conforme estas imagens produzidas na Polônia, onde um círculo foi observado em agosto deste ano, as características são semelhantes as demais manifestações, onde as plantas são “dobradas” a mais ou menos 20% da altura, produzindo nódulos no caule com detalhes interessantes, formando um “cotovelo”, que pode ser desenvolvido pela própria planta por pressão de crescimento, porém de forma muito mais lenta do que o ocorrido nas aparições, e nunca na mesma altura da haste e na direção paralela ao solo.




Indo além nas explicações




Testemunhas oculares que presenciaram formações alegam que os desenhos são frutos da manifestação de bolas luminosas, que podem estar agrupadas ou só, onde flutuam sobre as plantações geralmente durante a madrugada. Um vídeo controverso produzido por uma testemunha mostra uma formação em tempo real do círculo pelos ditos ovnis. Numa velocidade surpreendente, o desenho formado pelas plantas dobradas apresenta as mesmas características dos círculos autênticos. Este vídeo esta disponível aqui.




Todavia parece que este é o único material produzido em vídeo até hoje sobre o fenômeno, embora multidões de pesquisadorese curiosos tenham tentado registrar estes eventos. Sempre ocorrem fatos inexplicáveis, como alterações no equipamento, descarga das baterias e até esquecimento de por a fita na câmera (sic).




Partindo do pressuposto de que as formas geométricas são originárias de manifestações energéticas desconhecidas, as bolas de luz ou quaisquer outro objeto voador não identificado traduz nossa total ignorância sobre física, principalmente após um século de descobertas quânticas. Descobiu-se que nosso universo é permeado por uma energia infinitamente maior e desconhecida: a chamada energia negra. De fato, esta energia não é escura, e foi apenas um nome escolhido para representá-la, talvez por ser escura para nosso entendimento.




Segundo a renomada bióloga evolutiva Elisabeth Sahtouris, o universo é permeado por formas de energia criativa, presente em todo o cosmos, que diz ainda:



We must collectively recognize what western science is only now discovering: that humanity and the rest of our living world are embedded within a far greater and fundamentally different reality than is encompassed by our current scientific worldview or paradigm. We are replacing the view of a non-living material/ electromagnetic universe with a greater non-physical reality of conscious intelligence as the never-ending source of scientifically known energy and matteria cosmic source that has been known in many human cultures from ancient times. It is fundamentally conscious and creative, transforming or transmuting into material universes and other creative ventures.”



Talvez estes fenômenos representem uma ótima oportunidade para a humanidade dar um salto significativo em seu desenvolvimento, não apenas pensando em que algo “extraterrestre” seja responsável pela salvação de nosso destino, mas que isto apenas está em nossas mãos, como nunca antes…


Alerta OVNIs Ufos




Pelo menos na imaginação de muita gente, os objetos voadores não identificados são naves de outros planetas. A ciência não leva isso a sério, mas algumas aparições nunca foram bem explicadas. Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso





leia mais...
 
Copyright © 2014 UFO OVNI ALERTA • All Rights Reserved.
Template Design by ORIGINAIS OADM • Powered by Blogger
back to top