Custom Search
Mostrando postagens com marcador CIRCULOS PLANTAÇÕES. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador CIRCULOS PLANTAÇÕES. Mostrar todas as postagens

Interessante Relatos sobre Circulos Ingleses

[extraterrestres-11%255B2%255D.jpg]
A Discovery Channel vai até a Inglaterra atrás de um fênomeno que intriga diversos estudiosos. Curiosas imagens em formatos geométricos se formam em plantações da noite para o dia, várias teorias foram formuladas para os tais desenhos, porém nada foi provado até o momento 

leia mais...

Mais um agroglifo surge em Wiltshire, na Inglaterra em 2017

Mais um agroglifo surge em Wiltshire, na Inglaterra em 2017
As regiões de plantações da Inglaterra não são estranhas aos fenômenos inexplicáveis, sendo elas áreas de grande incidência de agroglifos.
No dia 21 de maio deste ano, quatro agroglifos foram descobertos no condado inglês de Wiltshire, os quais foram gravados através de filmagens de Matthew Williams.
Um dos agroglifos, em particular, despertou a atenção dos interessados ​​na pesquisa deste fenômeno peculiar. Segundo os pesquisadores, a formação parece descrever um eclipse solar de forma incrivelmente similar a um agroglifo que apareceu em Wiltshire no ano de 2004. Curiosamente, o agroglifo de 2004 apareceu três meses antes de um eclipse solar de verão. O agroglifo semelhante mais recente também aparece três meses antes de um eclipse solar.
Muitas pessoas acreditam que esses agroglifos incomuns sejam o trabalho de visitantes extraterrestres, dado o fato que eles são criados usando tecnologia altamente avançada, e os indivíduos que os produzem tendem a não ser detectados enquanto trabalham. Outros sugerem que este agroglifo em particular poderia ter sido criado por profissionais pagãos ou Wiccans, devido sua proximidade da formação do lendário monumento de Stonehenge.
De acordo com o professor Richard Taylor do Instituto de Ciência dos Materiais da Universidade de Oregon, os criadores desses círculos podem ter nenhuma agenda além de produzir obras de arte bonitas. Ele diz que aqueles que criam essas formações devem usar magnetrons, que podem ser encontrados em fornos de microondas, para produzirem padrões incrivelmente detalhados no espaço de poucas horas. Ele acredita que os indivíduos responsáveis ​​simplesmente querem fazer parte do “movimento de arte mais orientado para a ciência na história”.
Se este for realmente o caso, os indivíduos responsáveis ​​devem ter uma quantidade excepcional de dinheiro e recursos para produzir essas criações, sem mencionar ainda um extraordinário nível de habilidade e uma grande quantidade de tempo em suas mãos. É realmente viável que artistas tão habilidosos despendessem tais esforços apenas para permanecerem completamente anônimos? Ou há algo mais muito misterioso no trabalho?
-
fonte:
-
-
-
A constatação do professor Richard Taylor, de que esses desenhos sejam feitos com a ajuda de equipamentos de microondas não parece ser nem um pouco plausível, já que, seja lá qual for o tamanho do equipamento, para que pudesse produzir esses agroglifos, ele teria que utilizar uma fonte de energia considerável, o que deixaria marcas na lavoura, como por exemplo, um cabo de força sendo trazido de algum poste elétrico ou de um veículo, arcando para baixo e raspando por sobre a plantação.  Assim, para desbancar a tese de que eles são feitos por fenômenos paranormais, seria muito mais viável manter a explicação das tábuas e cordas utilizadas por pessoas, do que um equipamento sofisticado que depende de uma fonte de energia.
Também li em outros artigos que agora moradores da região de Wiltshire estão dizendo que as pessoas estão utilizando drones para fazerem esses agroglifos, e por isso não se vê pegadas pela plantação.   Novamente, outra constatação sem fundamentação, pois na verdade os drones que voam pela região estão a fotografar os agroglifos já feitos, e não fazendo-os, como foi alegado.  De qualquer forma, é difícil imaginar que um drone, ou uma esquadrilha de drones, consiga fazer esses desenhos sem chamar a atenção dos moradores da região.
Embora muitos desses agroglifos, como é o caso desse mostrado no vídeo acima, sejam obras muito bem feitas que aparecem repentinamente nas lavouras sem que sejam deixadas pegadas de pessoas para trás, a polícia da Inglaterra, principalmente da região de Wiltshire, está segura de que eles sejam feitos por pessoas e não por algum fenômeno anômalo ou paranormal, como pode ser visto no artigo abaixo.
E embora algumas pessoas já se manifestaram como sendo responsáveis por alguns dos agroglifos (e estes agroglifos em questão geralmente não são tão bem feitos) ainda há muitas questões a serem solucionadas a respeito desse fenômeno que muitas vezes mostra um nível de radiação alto no local, bem como dobras dos caules das plantas que não seriam possíveis de serem feitos quando as plantas são curvadas pela utilização de tábuas.  Lembrando ainda que um cientista alega ter decifrado o segredo desses misteriosos desenhos (Ver abaixo).
FONTE: OVNIHOJE
-
PUBLICIDADE DO CANAL YOUTUBE, AJUDE-NOS VISITE! -
leia mais...

Círculos nas plantações (crop circles em inglês) ou círculos ingleses

crop circules (5)
Círculos nas plantações (crop circles em inglês) ou círculos ingleses, são termos usados para se referir aos conjuntos de figuras geométricas desenhadas amassando caules de trigo, cevada, centeio, milho ou canola. Esses círculos são geralmente vistos como sendo um rastro, um vestígio de quando o alienígena pousa sua nave nos pastos ou campos de trigo e seus discos voadores deixam marcas, segundo uma das versões mais populares.1

Estas figuras são melhor observadas de um ponto mais alto, fazendo pouco sentido quando são observadas no nível da plantação. A aparência geométrica é influenciada por fractais.2

Algumas empresas com objetivos publicitários encomendam o desenho nas plantações à artistas de círculos (circlemakers em inglês), que usam apenas tábuas para pisar nas plantas.

Histórico

O fenômeno já foi observado em vários países em todo o mundo, começando pela Inglaterra na década de 1970. Desde então foram sugeridas várias explicações que envolvem desde acontecimentos naturais a visitas de extra-terrestres. De fato círculos nas plantações é um assunto recorrente na ufologia. Na cultura popular o assunto é muito explorado, sendo alvo de inúmeros filmes e livros.

No Brasil, tal fenômeno vem acontecendo principalmente no interior dos estados de São Paulo3 e Santa Catarina 4 .

As mandalas surgem inexplicavelmente em regiões variadas, predominantemente na Inglaterra, mas já foram vistas em doze países 5 ; são desenhos altamente complexos e de grande simbolismo místico, como cruzes, estrelas, pentagramas, borboletas 6 , formas circulares e geométricas, matemáticas 7 , animais 8 (insetos), entre muitos outros.

Doug Bower, Dave Chorley e John Lundberg sairam do anonimato e se tornaram conhecidos mundialmente por anunciar que eram os autores dos primeiros círculos conhecidos.

Mensagem de Arecibo

Em 21 de agosto de 2001 foram encontrados círculos nas plantações no Reino Unido que supostamente seriam uma resposta a uma mensagem enviada pelo radiotelescópio Arecibo em direção ao aglomerado estelar M319 .

A mensagem de Arecibo foi enviada ao espaço com o objetivo de transmitir a uma possível civilização extraterrestre, informações sobre o planeta Terra e a civilização humana em 1974, pelo SETI com o uso do radiotelescópio porto-riquenho Arecibo. Algumas alterações foram efectuadas no transmissor do radiotelescópio, permitindo transmitir sinais com até 20 terawatts de potência. Como teste inaugural, foi decidido pelo SETI transmitir uma mensagem codificada para o universo. Este sinal foi direcionado para o agrupamento globular estelar M 13, que está a aproximadamente 25.000 anos-luz de distância, e possui cerca de 300.000 estrelas na Constelação de Hércules. A mensagem foi transmitida exactamente em 16 de Novembro de 1974, e consistia-se em 1679 impulsos de código binário que levaram três minutos para serem transmitidos na frequência de 2380 MHz.

1679 dígitos

Escolheu-se enviar 1679 dígitos pois esse número é um número semiprimo, isto é, o produto de apenas dois números primos. No caso, 1679 é o produto de 23 e 73. A ideia foi escolher um semiprimo para que um eventual receptor pudesse deduzir que os sinais formam uma matriz bidimensional.

Codificação

Com o objectivo de entender a mensagem codificada na transmissão, é essencial compreender o código binário. Ele é actualmente muito mais simples que a nossa base 10, o sistema decimal. Onde na base 10 nós contamos de 1 até 9 e depois elevamos 1 em colunas de 10's e começamos novamente em colunas unitárias, até termos 9 na coluna dos 10's e começamos novamente com as unidades.

Então temos que carregar 1 dentro das colunas dos 100's e começar novamente nos 10's e nas colunas unitárias e assim por diante. No sistema binário cada coluna sobe em potência de 2, ainda que as colunas são unidades, 2's, 4's, 8's, 16's etc. Porque nós podemos agir em 1's e 0's, nós rapidamente movemos acima as colunas - porque assim que excedemos 1 nós corremos na próxima coluna.

Fatores para a verificação de veracidade de um círculo artístico ou não


O que dificulta a diferenciação de círculos feitos com tal objetivo, e um círculo verídico (teoricamente, não feito pelo homem). Porém, há alguns fatores que determinam se um círculo é ou não artístico10 :
Normalidade na irrigação da plantação.
A ausência de qualquer vestígio de ação humana, marcas de pneus, combustível, ou ferramentas cortantes.
As plantas onde estão o círculo sofrem muitas vezes mutações a nível celular (seus caules apresentam nós não condizentes com o crescimento normal);
O perfil magnético registrado por um magnetômetro imita a forma real do círculo;
São encontrados pequenos rastros de materiais magnético impregnados nas plantas;
Alguns círculos nas plantações em especial apresentam isótopos não-naturais, que são sintetizáveis apenas em laboratório. Tais como telúrio, vanádio, bismuto, európio, e itérbio11

leia mais...

Britânicos #Inglaterra - Policial avista Extraterrestres ‘Brancos altos’ inspecionando um agroglifo



De acordo com uma história que está circulando pelos blogs na Internet, um policial britânico teve um encontro com alienígenas ‘brancos altos’ em 6 de julho de 2009 resolveu agora trazer a tona a verdade.  Os alienígenas estariam inspecionando um agroglifo recém feito numa plantação em Wiltshire, Inglaterra, quando o policial, que não estava trabalhando naquele momento, os encontrou.

O mistério envolvendo o incidente teria ficado ainda maior pelo fato do departamento de polícia de Wiltshire ter recusado comentar quando contatado por investigadores de OVNIs. De acordo com o blog paranormal Tales from Out There, um porta-voz da polícia teria dito que as autoridades não podiam comentar sobre o incidente, porque se tratava de um “assunto pessoal”.

Aparentemente o policial não estava a serviço quando isto aconteceu, assim não temos nenhum comentário a fazer, porque é uma questão pessoal e não policial.

O policial de Wiltshire, cujo nome não foi divulgado, estaria dirigindo seu carro e ao passar por uma plantação viu homens de aparência estranha caminhando dentro dela.  Ele teria tido uma “impressão estranha” sobre a aparência dos “homens”, mesmo vendo-os de longe, assim ele parou seu carro para investigar, reportou o site Express.

Ao caminhar em direção à plantação, ele teria visto três homens altos com longos cabelos loiros. todos com mais de 1,80 metros de altura. Os homens estavam caminhando vagarosamente no meio da plantação, como se estivessem procurando por algo, ou inspecionando a plantação.  Devido o fato dos homens estarem vestidos com macacões brancos, ele pensou que faziam parte da equipe de investigação forense, investigando algum incidente no campo.

Quando chegou ao lado da plantação, ele teria escutado um estalo, similar ao “som de eletricidade estática”. O estranho som parecia estar percorrendo toda a plantação e a as plantas se moviam em ‘ondas’ com o som.

Ele teria levantado sua voz para chamar a atenção dos homens, mas eles o ignoraram e nem sequer olharam para ele. Mas logo que ele entrou no campo, eles levantaram suas cabeças e pareciam agitados.  E quando ele se aproximou, eles evadiram.

Segundo o policial, os homens estranhos correram mais rápido do que qualquer homem que ele havia visto.



O oficial teria declarado:
Não sou nenhum moleirão, mas eles estavam se movendo muito rápido. Olhei para o outro lado por um segundo e, quando olhei de volta eles haviam desaparecido.

Os estalos teriam continuado se espalhando pela plantação, à medida que os homens corriam para longe. O policial notou que eles corriam com passadas estranhas.

Nervoso devido ao estranho encontro, ele correu de volta para seu carro e dirigiu até Marlborough, em Wiltshire. Ele teria declarado:
Fiquei assustado. O ruído ainda estava ao redor, mas fiquei com um sentimento estranho e fui para o carro.

Ele teria reportado o incidente aos seus superiores, mas estes não levaram ele a sério. Ele continuou a ter sentimentos estranhos aquele dia todo, junto com uma forte dor de cabeça.

Determinado a descobrir uma solução para o mistério, ele contatou Andrew Russell, um especialista de agroglifos. Russell investigou o incidente com a ajuda de um colega identificado como Colin Andrews. Russell escreveu um relatório, resumindo a experiência do policial.

Os investigadores disseram estar convencidos de que o relato do policial era verdadeiro.

Russell escreveu:

Estou muito convencido de que o policial teve uma experiência aquele dia e uma que ainda não exploramos por completo.

De acordo com Russell, a descrição da testemunha dos homens é igual à aparência dos alienígenas ‘brancos altos’. O especialista em agroglifos concluiu após as investigações que os alienígenas estavam investigando o agroglifo que haviam criado poucos dias antes.

Quem teria feito o agroglifo ainda é um  mistério. Russell pode somente adivinhar que o agroglifo teria uma mensagem codificada que os alienígenas estariam tentando decodificar na hora que o policial os viu.

De acordo com teóricos da conspiração, os alienígenas ‘brancos altos’ fizeram um acordo com o governo dos Estados Unidos na década de 1950. O tratado requereria que o governo dos EUA fornecesse certos recursos minerais que os alienígenas precisam, em troca de acesso à tecnologia aeroespacial avançada para o Pentágono executar seus projetos ocultos.

Alega-se que uma comunidade de cientistas, engenheiros e técnicos alienígenas brancos altos vivem numa base subterrânea na Base Nellis da Força Aérea dos EUA, a alguns quilômetros da cidade de Las Vegas.

Veja os Vídeos Abaixo:


                                               Fonte:Weird Story


                                                  Fonte:DANIEL TAVARES


                                            Fonte:
Tanvir Ahmed
leia mais...

Crop Circles são mensagens ocultas deixadas por alienígenas ou viajantes humanos do tempo

crop circules

O Dr. Horace Drew, que tem um PhD em Química da Caltech, diz que as espécies exóticas avançadas podem usar plantas para se comunicar pacificamente com seres humanos. Círculos CROP são reais e contêm mensagens ocultas de estrangeiros ou viajantes humanos tempo, um cientista alegou

O Dr. Horace Drew, 61, também sugeriu que os fenômenos misteriosos são um método que os seres extraterrestres estão usando para tentar se comunicar pacificamente com a raça humana.

image

O Dr. Horace Drew diz que os círculos de colheita podem conter mensagens ocultas de alienígenas.

Dr Drew, que tem um PhD em Química do prestigiado Instituto de Tecnologia da Califórnia, fez as alegações na UFO & Paranormal Research Society da Austrália na quarta- feira passada.

Ele revelou que teve um fascínio por toda a vida com UFOs depois de ver um não identificado, prata e sem janelas artesanato pairando perto de sua casa como um 10-year-old na Flórida, EUA.

Ele se mudou para a Austrália na década de 1980 e tem estudado círculos de culturas há 20 anos.

image

O cientista diz que eles também poderiam ter sido criados a partir de viajantes do tempo.

Ele disse que o estudo dos arranjos peculiares da planta tinha levado "a pelo menos um grande avanço a descoberta de um código binário mais avançado do que nossos computadores usam atualmente".

Além disso, outros círculos de colheita "mostram imagens esquemáticas do futuro para eventos astronômicos ou humanos".

Os céticos dizem que os círculos das colheitas são feitos provavelmente por seres humanos com alguns até mesmo tentando enganar o público em geral como os brincalhões Doug Bower e Dave Chorley fizeram.

Em 1991 o par inglês tomou o crédito para a maioria dos círculos da colheita encontrados em Inglaterra do sul desde 1978 e enganou mesmo entusiastas dedicados do círculo da colheita como parte do hoax com os meios.

Dr. Drew diz que desenvolveu pelo menos duas teorias sobre círculos de culturas. A primeira é que são mensagens deixadas por espécies alienígenas tecnologicamente avançadas tentando se comunicar conosco.

Ele disse: "Quando os humanos querem conversar com os golfinhos, colocamos pequenos círculos de bolhas sob o oceano com um gerador. Nós observamos os golfinhos vir acima e jogar e investigar, e nós os estudarmos. "

image

Dr. Drew viu pela primeira vez um OVNI com 10 anos e estudou círculos de culturas há 20 anos.

Ele acrescentou: "Os presidentes dos EUA nunca disseram a um golfinho:" Leve-me a seu líder, quero assinar um tratado com você "e os extraterrestres não estão interessados ​​em fazer um tratado conosco. Eles estão à nossa frente como se estivéssemos à frente dos golfinhos e das baleias. "

Sua segunda teoria é que as mensagens "não são mesmo para nós" e que são deixados por viajantes humanos do tempo de um futuro distante como marcadores direcionais.

Ele disse: "Há definitivamente seres humanos vivendo lá em cerca de 5000 anos com capacidade de viajar no tempo. Eles estão voltando e voando por toda a Terra. Os círculos de colheita parecem apenas dizer "este é um certo dia" e marcá-lo.

"Então, o problema é que não sabemos física no espaço-tempo o suficiente para entender o que está acontecendo. Está além do nosso conhecimento.

 

FONTE:

leia mais...

AGROGRAMA APARECE EM UM CAMPO EM MALABRIGO SANTA FÉ

TOMAS AIRLINES levadas por uma DRON
 
Por Saul AMBROSIGUM NOVO AGROGRAMA APARECE EM UM CAMPO MALABRIGO

Carina Alesso , residente em Malabrigo, entre em contato com Silvia Perez Simondini para contarsobre a aparência de um desenho em um campo da área, que já circula algumas fotos.

Dado este fato, o pesquisador em contato com o autor das fotografias, Saul Ambrosig , mesmo que foi organizado pela família Bressan , que eram os únicos que fizeram a descoberta durante a realização do campo de desenho. 
Assim, esta nova pesquisa que compartilhamos com você começa.

FICHA TÉCNICA

Caso: "Crops Circle em Malabrigo" 
Data da descoberta: domingo 09 de outubro de 2016 
Autor da descoberta: irmão Raul Bressan. 
Proprietário do Terreno: Sr. Bandini 
Data de tirar fotos: domingo, 21 de Outubro de 2016 
fotografias e vídeo: Saul Ambrosig

VIDEO COM O ESTADO DE PAUS 
realizado por Sebastian Bressan

desenvolvimento:

Todos esperavam que o aparecimento dos desenhos em Chicoana Salta, no entanto, isso não aconteceu. Malabrigo novamente faz a sua aparição no mapa do mistério com a queixa de um novo agrograma em um de seus campos, como o que aconteceu no ano passado.


Clique para ampliar atrás

Desta vez, o campo, na verdade, está localizado cerca de 2000 metros da cidade, de acordo com Bressan Raul diz a ele para Simondini pesquisadora Silvia Perez, que é a pessoa geralmente torna as tarefas rurais. No entanto, para a convalescença de saúde, seu irmão é que o substitui neste trabalho.


Clique para ampliar atrás

O irmão de Raul, que estava inspecionando o campo, observa que uma enorme quantidade de pombas (pombos) foram bicadas em um setor particular. Isto chama sua atenção e se aproxima do lugar para ver o que foi que atraiu aves. Foi lá que descobre, o trigo acamado (deitado), como se um grande vento tinha colocá-lo dessa forma. O que foi elaborado no campo era grande e mostrou uma grande prolixidade no esmagamento. O desenho é de cerca de 80 m de diâmetro e foi muito perfeito.

rapidamente traz à sua memória o que aconteceu no ano passado em outra área da área mostrando a mesma estranheza. Pois, as suas tarefas no campo e assim decide chamar Saul para tirar fotografias de que ele tinha encontrado.

Saul Ambrosig, é avisado em 16 de outubro (domingo), mas, recentemente, pode ir em 21 de outubro (sexta-feira) para o campo para o que chamamos hoje, um excelente levantamento de fotografias por terra e ar. Eu uso para ele, um drone, que mostra de ar com perfeição a dimensão e forma do desenho.

Além disso, graças a seus comércios, informo Visão UFO pesquisador com os participantes diretos do caso para acessar as informações em primeira mão.

Mais informações sobre o caso

O curso é de 2.000 metros. cidade, e cerca de 1000 mts., pegada do ano passado e, como já mencionado é de propriedade do Sr. Bandini.

A semente de trigo e é Raul Bressan confirmou que não há estudos anteriores do solo para este período, mas antes, se qualquer, dando uma taxa de 7 ou 8 partes por milhão de os elementos da terra.

Silvia pergunta sobre a condição das varas de trigo para que respostas Don Raul que estavam dobrados, não em todos quebrado, apenas a mentir.

Seu filho Sebastian trigo também tirar fotos para mostrar o seu pai, onde atraiu a atenção dele quando ele foi sugado de cima em um pequeno setor do trigo. Não é como uma revolta muito raro.

Como uma nota, Raul, note que o passado no campo da Nardin ano, não tinha percebido pegada. Thresher eles passaram por uma parte do desenho e percebeu que havia algo diferente, algo estranho. Isso explica por que tinha imperfeições. Por outro lado eu não tenho fotos aéreas, mas assumiu o Thresher.

O ESTADO DE PLANTAS NA PEGADA

Agradecemos a Informação fornecida por:

SAUL AMBROSIG 
CARINA Alesso 
RAUL BRESSAN 
SEBASTIAN BRESSAN

leia mais...

Mais Populares

 
Copyright © 2014 ALERTA OVNI UFO E CONSPIRAÇÕES • All Rights Reserved.
Template Design by ORIGINAIS OADM • Powered by Blogger
back to top